Ian McKellen compartilha diário escrito durante a produção de O Senhor dos Anéis

Ian McKellen compartilha diário escrito durante a produção de O Senhor dos Anéis

Já faz quase 20 anos desde a estreia do primeiro filme da trilogia O Senhor dos Anéis nos cinemas, e na última sexta-feira, Ian McKellen, o Gandalf dos cinemas, comemorou a data em seu Twitter. Em um tweet, McKellen compartilhou com os fãs que havia escrito um diário durante o tempo em que trabalhou no aclamado filme, disponibilizando inclusive um link com o material que mostra uma nova abordagem por trás das cenas das filmagens.

O diário de McKellen começa no dia 20 de agosto de 1999 com o ator escrevendo sobre a sua escalação na produção. Nessa página, ele explica que nunca teve uma lista de personagens dos sonhos, e que todos os seus papéis mais marcantes chegaram até ele. Ele também explicou que quando recebe uma proposta, sempre realiza uma análise completa do trabalho, incluindo outros atores escalados e quem será o diretor do projeto, afirmando ainda que esses fatos foram o que lhe deixaram ansioso para fazer parte da lendária franquia – mesmo não sendo o Gandalf, caso sua agenda com X-Men não lhe permitisse.

“Se não fosse pelo diretor em controle, com uma forte Visão dessas locações precisas e mágicas, eu não estaria ansioso para ficar um ano longe da minha casa em Londres. O design, roteiro e dedicação de Peter Jackson ao trabalho é algo irresistível. Se eu não fosse capaz de interpretar Gandalf – por conta de meus compromissos com X-Men -, eu deveria ter esperado por um papel menos importante na trilogia.”

Outra parte do diário, conta mais do preparo de McKellen antes das filmagens.

“Vale repetir que, como Richard II, James Whale e Magneto, eu devo descobrir o Gandalf que está em algum lugar dentro de mim, e esse processo depende em absorver as palavras do roteiro e sua história, ouvir as reações do diretor e responder as performances do restante do elenco. Então agora, 3 meses até eu começar a gravar, meu Gandalf não existe, nem mesmo na minha mente. Ele irá apenas vir a vida assim que a câmera ligar. Descobertas serão feitas nesse momento. Mesmo quando eu estiver incorporado no personagem, falando as palavras de Tolkien, eu não tenho certeza se conseguirei descrever o personagem para Vocês. Atores não descrevem, eles habitam.”

O diário completo está disponível nesse link

Gosta do CineVício? Também estamos no Instagram e Facebook, siga-nos por lá e receba nosso conteúdo direto na sua rede social. Siga também nosso parceiro 1NerdCômico no Instagram.
Ver comentários