James Gunn deveria ter dirigido um terceiro live-action de Scooby-Doo

James Gunn deveria ter dirigido um terceiro live-action de Scooby-Doo

Antes de transformar Guardiões da Galáxia em uma das equipes de heróis mais queridas das telonas, James Gunn escreveu os roteiros dos dois filmes live-action de Scooby-Doo, no início dos anos 2000. O que as pessoas provavelmente não sabem é que Gunn deveria escrever e dirigir o terceiro filme, que infelizmente, nunca foi feito.

Durante uma sessão de perguntas e respostas no Instagram, James Gunn foi perguntado se ele consideraria ou não fazer um terceiro Scooby-Doo. O cineasta revelou que iria fazer este outro filme, mas o desempenho das bilheterias do segundo filme impediu que isso acontecesse.

“Fiz um acordo para escrever e dirigir o número três em 2004, mas o segundo, apesar de ter saído bem, não foi bom o suficiente para garantir um terceiro, então o filme nunca foi feito”, explicou Gunn.

Gunn continuou dizendo que aprendeu muito como diretor enquanto trabalhava em Scooby-Doo. Essa experiência se mostrou inestimável e o ajudou a conseguir um emprego nos estúdios da Marvel uma década depois.

“Isso foi porque eu aprendi como diretor nos filmes que estava pronto e capaz de enfrentar os Guardiões quando chegou a hora”, escreveu ele.

Scooby-Doo foi lançado nos cinemas em 2002, seguido por Scooby-Doo 2: Monstros a solta em 2004.

Ver comentários