Quentin Tarantino diz que está em uma "guerra de filmes" contra Vingadores e Star Wars

Quentin Tarantino diz que está em uma "guerra de filmes" contra Vingadores e Star Wars

Próximo do final de 2019, uma forte discussão sobre cinema surgiu a partir das fortes declarações de Martin Scorsese a respeito do “cinema real” e os filmes de super-heróis dos estúdios Marvel. Agora foi a vez de Quentin Tarantino chamar 2019 de ano em que houve uma guerra entre filmes.

Ao ser entrevistado pela Deadline, Tarantino disse que todas as sequências e filmes de franquias como o universo cinematográfico Marvel e Star Wars estavam em oposição direta a filmes com tendências mais artísticas. Ele disse: “Quando você diz, apesar das sequências e de Vingadores: Ultimato e tudo isso, acho que uma guerra de filmes foi travada neste ano passado”. Tal afirmação segue o mesmo raciocínio de Scorsese no ano passado, mas o diretor tinha mais a dizer:

“Até onde eu vejo, o produto comercial que pertence aos conglomerados, os projetos que todo mundo conhece e tem em seu DNA, sejam os da Marvel Comics, Star Wars, Godzilla e James Bond, esses filmes nunca tiveram um ano melhor que no ano passado. Teria sido o ano em que sua dominação mundial estaria completa. Mas meio que não aconteceu”.

Ele acrescentou: “Pelo que você disse, muitos comentários originais do filme saíram e exigiram que fossem vistos, e exigiram ser vistos nos cinemas. Isso acabou se tornando um ano muito, muito forte. Tenho muito orgulho de ser indicado com os outros filmes que acabaram de ser indicados. Acho que quando você resume o ano, é o cinema que não se rende àqueles com status de Blockbuster, e provaram a si mesmos este ano.”

“Se não fosse feito esse ano, poderia ter sido a última chance para filmes como esse”, continuou Tarantino. “Foi um ano muito legal. Para combater algo como Vingadores: Ultimato, que no mês anterior ao lançamento e no mês seguinte, você não podia falar de mais nada. Eles tentaram fazer isso com esse último Star Wars mas acho que não funcionou bem, porém você não poderia entrar na United Airlines sem se deparar com todos os vínculos, e mesmo qualquer comercial tinha uma cena de Star Wars”.

Com isso, Tarantino se junta a Martin Scorsese quando se trata de grandes autores a criticarem a tendência dos filmes Blockbuster no ano de 2019, que provavelmente se tornará uma discussão ainda maior neste ano de 2020.

Ver comentários