WarnerMedia oferecerá US$ 100 milhões para a equipe de produção afetada pelo Coronavírus

WarnerMedia oferecerá US$ 100 milhões para a equipe de produção afetada pelo Coronavírus

Devido a atual situação de congelamento de todas as produções de Hollywood, a WarnerMedia compromete-se a apoiar temporariamente seus funcionários, como resultado da pandemia de Coronavírus que segue afetando todo o mundo.

Na tarde de sexta-feira, surgiram notícias de que a WarnerMedia está criando um fundo no valor de US$ 100 milhões para ajudar os funcionários de produção que foram impedidos de trabalhar, em decorrência da suspensão indeterminada da maioria dos projetos. De acordo com um novo relatório da Variety, o chefe da WarnerMedia, John Stankey, anunciou a notícia em um memorando aos funcionários da WarnerMedia antes do final dos negócios na sexta-feira.

“Pausamos muitas produções para a saúde e segurança de funcionários, elenco, equipe e comunidade. Estamos intensificando um compromisso de mais de US$ 100 milhões para ajudar os membros da equipe dessas produções durante esse período”, diz Stankey no memorando.

Na mesma carta, Stankey confirmou que a HBO Max ainda está a caminho de ser lançada em maio, apesar das produções terem sido encerradas em todo o mundo. “Nossas equipes de tecnologia estão operando sob circunstâncias muito únicas e se adaptaram rapidamente a uma nova maneira de trabalhar. E a equipe de marketing teve que reformular os planos para alcançar possíveis assinantes de maneiras inovadoras”, acrescenta.

Portanto, o HBO Max deve ser lançado em maio, assim como já estava programado.

Ver comentários