‘Gavião-Arqueiro’: Por que Kate não atirou em Yelena?

Kate Bishop não atira em Yelena Belova no final do episódio 4 de ‘Gavião-Arqueiro’, e aqui está o porquê de ela ter tomado essa decisão. Embora a série do Disney + seja uma chance para Clint Barton de Jeremy Renner conseguir um papel principal no Universo Cinematográfico Marvel, ela também apresentou Hailee Steinfeld como Kate Bishop. ‘Gavião-Arqueiro’ os reúne em uma aventura em Nova York com ameaças crescentes, e o episódio 4 viu  Yelena Belova (Florence Pugh) de ‘Viúva Negra’ se juntar à mistura.

A aparição de Yelena em ‘Gavião-Arqueiro’ foi relatada antes de sua estréia no MCU, mas a  cena pós-créditos de ‘Viúva Negra’ forneceu algum contexto para seu papel. A condessa Valentina Allegra de la Fontaine (Julia Louis-Dreyfus) deu a ela a missão de caçar Clint e culpou-o pela morte de Natasha Romanoff. Não foi até o episódio 4 de ‘Gavião-Arqueiro’ que Yelena atrapalhou a missão de Clint e Kate para tentar se vingar. Ela rapidamente atacou Clint e, finalmente, levou a melhor sobre ele em combate, o que levou a um pequeno momento em que Kate e Yelena pareciam destinadas a lutar. No entanto, Kate não atirou em Yelena e a deixou partir em paz – mas por quê?

A interação entre Kate Bishop e Yelena Belova não dura muito no  episódio 4 de ‘Gavião-Arqueiro’ , mas isso não torna a decisão de Kate de não atirar uma flecha em Yelena menos curiosa. Isso aconteceu logo depois que Kate atirou em Maya Lopez, também conhecida como Echo (Alaqua Cox)no ombro, forçando-a a fugir da luta. Kate poderia facilmente ter feito o mesmo com Yelena, mas se absteve de atirar depois que Yelena se virou para fazer contato visual. Bastou Yelena balançar a cabeça negativamente e não proferir uma única palavra para fazer Kate não atirar. A série do MCU não aborda a decisão de Kate de não atirar, mas é provavelmente outro exemplo de Clint passando para ela. No início do episódio, Clint disse que o melhor tiro que ele já deu foi aquele que ele não fez, e que significava ajudar Natasha. Ele disse que sabia, olhando para ela, que ela não queria mais fazer parte do mundo da Viúva Negra, e Kate pode ter o mesmo sentimento sobre Yelena por causa desse breve encontro, o que explicaria por que ela não atirou.

É intrigante ver ‘Gavião-Arqueiro’ estabelecer um paralelo direto entre a amizade de Clint e Natasha e uma possível amizade para Kate e Yelena. Clint originalmente foi contra as ordens da SHIELD para matar Natasha e ao invés disso trabalhou com ela para derrubar a Sala Vermelha de Dreykov. Embora Clint fosse capaz de ver o que havia de bom em Natasha naquela época, seu tempo como Ronin e a bagagem que ele carrega podem estar atrapalhando seu julgamento agora. Enquanto isso, Kate pode ver Yelena claramente e pode reconhecer a dor que ela está sentindo depois de perder Natasha. A decisão de Kate de não atirar e ver Yelena como ela realmente é pode fazer deste momento a base para que dois dos mais novos personagens da Fase 4 se conectem no futuro.

Mesmo que haja uma chance de Kate não ter atirado em Yelena por outro motivo (como intimidação), a semelhança entre esse momento e o passado de Clint e Natasha é a resposta mais satisfatória. Isso coloca a nova Gaviã e a Viúva Negra do MCU no mesmo cenário que seus mentores. Existe até a possibilidade de que Clint vendo Kate e Yelena sob este prisma o permita repensar sobre Yelena e reconhecer que Kate é uma super-heroína. No mínimo, isso tornará o próximo encontro de Kate e Yelena ainda mais significativo.