Roteirista de Mulher-Hulk defende série do Disney+

Remasterizado em:
mulher hulk

O escritor dos quadrinhos de Mulher Hulk, Dan Slott, defendeu a série da personagem no Disney+.

Slott escreveu sobre Mulher Hulk no início dos anos 2000, com uma linha que serviu de inspiração primária para a série de 2022 do MCU, no Disney+. A série apresentou personagens como Augustus Pugliese e Mallory Book. Além disso, a série colocou Jennifer Walters na posição de uma advogada, algo que foi o foco principal da série na plataforma de streaming.

Ao longo da exibição semanal, Slott foi seu maior defensor, twittando elogios após cada episódio. Da mesma forma, a série demonstrou gratidão a Slott, dando-lhe um crédito de “agradecimento especial” em cada episódio da primeira temporada, bem como uma referência e homenagem no sétimo episódio.

Em sua conta no Twitter, Dan criticou os críticos da série, especialmente aqueles que afirmaram que a série não era precisa com o que acontece nos quadrinhos. Ele lembrou aos críticos que está entre as pessoas mais familiarizadas com os quadrinhos da Mulher Hulk — tendo escrito muitos e lido mais —, e considera Mulher Hulk do Disney+ “a série de quadrinhos MAIS precisa do MCU”:

“Qualquer um que diga que a série de Mulher Hulk não era fiel aos quadrinhos … Sou o cara que escreveu mais edições de SHE-HULK do que qualquer um. . E estou dizendo, para constar, é a série de quadrinhos MAIS precisa do MCU.”

Na trama de Mulher-Hulk, Jennifer Walters, Jennifer Walters é uma advogada solteira, com um senso de humor único e que têm uma vida um tanto quanto complicada. No seu meio jurídico, ela é responsável por cuidar de uma divisão especializada em casos sobre-humanos.

A série contará com 9 episódios e ainda trará no elenco nomes como Tim Roth como Emil Blonsky/Abominável e Benedict Wong como Wong.

Pipoca Extra: