Compositora de Chernobyl vence Grammy de Melhor Trilha Sonora Original para Mídia Visual

Compositora de Chernobyl vence Grammy de Melhor Trilha Sonora Original para Mídia Visual

O 62º Grammy Awards aconteceu em Los Angeles no domingo dia 26 e, quando se trata da maior noite da música, Hollywood também ganhou um pouco de reconhecimento com na cerimônia. Entre esses prêmios estava o Grammy de Melhor Trilha Sonora Original para Mídia Visual, com a compositora de Coringa Hildur Guðnadóttir levando para casa o prêmio por seu trabalho em outro de seus principais projetos de 2019, a série da HBO Chernobyl.

Guðnadóttir enfrentou alguns dos principais concorrentes da categoria, incluindo Alan Silvestri para Vingadores: Ultimato, Ramin Djawadi para a temporada final de Game of Thrones, Hans Zimmer para O Rei Leão e Marc Shaiman para Mary Poppins Returns.

Para Guðnadóttir, no entanto, seu trabalho em Chernobyl não é a única coisa que recebe amor na temporada de prêmios. O trabalho da compositora no Coringa de Todd Phillips também vem recebendo elogios e prêmios críticos. No início deste mês, Guðnadóttir ganhou o Globo de Ouro de Melhor Trilha Sonora Original e, desde então, também foi indicada ao Oscar de Melhor Trilha Sonora Original.

Ver comentários