Disney anuncia demissão em massa para reduzir mais de US$ 5 bi em custos

O número de demissões representa cerca de 3,6% dos empregados globais da companhia.

Disney

Bob Iger, CEO do The Walt Disney Company, anunciou uma reestruturação da empresa. 7.000 funcionários serão demitidos em uma operação com os objetivos de reduzir US$ 5,5 bilhões em custos e tornar seu negócio de streaming lucrativo.

A Disney estabeleceu um plano para cortar custos e devolver poder a executivos criativos. A empresa se reestruturará em três segmentos: uma unidade de entretenimento que engloba o cinema, a televisão e o streaming; uma unidade focada em esportes, com o selo ESPN; e uma comercial, incluindo parques, experiências e produtos da Disney. O número de demissões representa cerca de 3,6% dos empregados globais da companhia.

Curiosamente, na mesma conferência Bog Iger anunciou as sequências das franquias Toy Story, Frozen e Zootopia. Juntos, os últimos filmes de cada título alçaram uma bilheteria de US$ 3,5 bilhões. A estratégia de resgatar sucessos comerciais deve ser recorrente na unidade de entretenimento da Disney em meio a crise.